Audiência Pública realizada em Brasília

Momento Histórico!

Hoje a CBDS registra algo inédito em sua história de 35 anos de fundação, tendo pela primeira vez uma Audiência Pública na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados Federais, exclusiva para o movimento surdolimpico e surdodesporto.

Foi aberta por meio do requerimento 68/2019 do Sr. Deputado Julio Cesar Ribeiro, no dia 04/12/2019, na Câmara dos Deputados.

Tivemos a participação do Prof. Ulisses Araújo, Presidente da Associação do Centro de Treinamento de Educação Física Especial; do Prof. Gabriel Citton, Diretor da Secretaria Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social do Ministério da Cidadania; da Sra. Luisa Parente, Secretaria Nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania; da Sra. Deborah Dias, Colaboradora da Presidência da CBDS; da nossa Secretária Sra. Esmeralda Castro; e também a presença de nossas filiadas: ASMAN/AM, FBDS/DF, FCDS/SC, FDSC/CE, FDSERJ/RJ, FDSES/ES, FDSESP/SP, FDSP/PR, FDSRN/RN, FDSRS/RS, FGDS/GO, FMDS/MG, FPDS/PA, FPEDS/PE, Representantes da Comissão de Atleta e também de surdoatletas e sócios de associações do estado do DF e GO.

A Audiência foi de fundamental importância, dado a oportunidade que tivemos de falar aos Parlamentares, das inúmeras difundidas e barreiras que temos, contudo ainda continuamos lutando.
Todos puderem entender a nossa luta e o valor que deve ser dado para o movimento surdolímpíco.

A Sra. Luísa Parente destacou o que a CBDS pede na Lei não é absurdo, tanto que é pouco para algumas entidades que recebem por essa Lei, mas destacou que o nosso percentual faz toda a diferença sendo ela o valor que for.

O Prof. Citton, emocionado por fazer parte desa história e num momento único, destacou a importância do movimento surdolimpico e que a mudança da Lei deve acontecer para fortalacer o movimento, ele conhece muito bem a causa por trabalhar com o Handebol de Surdos e ficou muito feliz com a presença das Filiadas e demais pessoas que compareceram na audiência.

O Prof. Ulisses Araújo se sentiu confortável por falar sobre os surdos, ele destaca o artigo da Lei Pelé, o qual se refere ao repasse financeiro a pessoa com deficiência e discrima os surdos, porque nele consta esportes olímpicos e paraolímpicos, e a importância da terminologia surdolimpico é primordial ter isso posto em Lei. Por conta disso, o surdo não está incluso na Lei Pelé. Então, mediante a isso ele solicita uma solução imediata juntamente com a Secretaria Especial do Esporte. Ele também questionou o por quê os Jogos Escolares está sendo feito separados e também destaca que deve ter os jogos dos surdos porque é um programa da Secretaria Especial do Esporte, mesmo não estando incluso na Lei. A Secretaria Especial do Esporte pode destinar o recurso para um Programa Surdolímpico, e solicita uma comissão com a referida Pasta esportiva em curto tempo.

No final a Sra. Deborah, emocionada, não tem palavras para agradecer por está participando dessa Audiencia Pública, acolhe como sendo um presente de 35 anos da CBDS, dado pelo Sr. Dep. Julio Cesar. Agradeceu a presença de cada um, querendo mudança e ver Surdodesporto crescer, lembrando que, o esporte é qualidade de vida. Agradeceu as filiadas presente e destacou: “SEM VOCÊS NÃO ESTARIAMOS AQUI, VOCÊS SÃO O MOTOR PARA NÓS CRESCERMOS! POR CAUSA DE VOCÊS, NÓS CBDS, TEMOS LUTADO E ESTAMOS AQUI”.